Lade Veranstaltungen

Mesa-redonda em portugués

O objetivo da nossa mesa-redonda é entender melhor os avanços do conservadorismo e da extrema direita no Brasil, na América Latina e no mundo, nos últimos tempos, partindo de uma análise dos movimentos autoritários de antes e durante a Segunda Guerra: o Integralismo e o nacional-socialismo no Brasil. A mesa-redonda terá duas partes: uma introdução histórica e uma segunda tocando fenómenos neonazistas e fascistas na atualidade. Voces terão a oportunidade de discutir com

  • Vinícius Bivar Marra Pereira, historiador, analisa o contexto histórico brasileiro das décadas de 1920 e 1930, na qual movimentos autoritários surgiram em muitas partes do mundo
  • Priscilla Lopes d´El Rei, demonstrará como conservadores da diáspora alemã no Brasil agiram em pró da manutenção da germanidade, principalmente através da língua e do sentimento de pertencimento à etnia (raça) alemã. Para exemplificar, será usado os textos da escritora propagandista Maria Kahle
  • Prof. Dr. Flávio Aguiar, argumenta que os romances do ideólogo integralista Plínio Salgado, escritos nas décadas de 1920 e 1930, são muito reveladores dos laços de seu pensamento com o catolicismo conservador do salazarismo e do franquismo. Isto ajuda a explicar porque o Integralismo sobrevive com força atuante na sociedade brasileira até hoje, ajudando a disseminar um estilo de comportamento que lembra os movimentos autoritários daqueles anos de antes e durante a Segunda Guerra, identificado genericamente como “fascista” e presente na extrema-direita brasileira (também no restante da América Latina e no mundo).

Moderação: Dr. Luiz Ramalho, Forum Resiste Brasil-Berlin .

Foto: Plinio Salgado

__________________________________________________________________________________________________________

Flávio Wolf de Aguiar (Porto Alegre) é professor, autor, jornalista, tradutor brasileiro, organizador e colaborador de dezenas de livros. Atualmente vive em Berlim, onde é correspondente de publicações brasileiras, impressas ou na internet, fazendo reportagens também para TV e rádio. Graduado em Letras(1970) pela Universidade de São Paulo também é Mestre (1974) e Doutor (1979, tendo defendido tese sobre A comédia nacional no teatro de José de Alencar) em Teoria Literária e Literatura Comparada pela mesma universidade. Em 1982 cumpriu um programa de Pós-Doutorado na Universidade de Montreal. Foi professor convidado e conferencista em universidades no Brasil, Uruguai, Argentina, Canadá, Alemanha, Costa do Marfim e Cuba. Foi professor de Literatura Brasileira da USP (19732006), tendo orientado mais de quarenta teses e dissertações de doutorado e mestrado. No período da ditadura militar, foi editor de cultura do jornal Movimento. É colunista quinzenal do Blog da Boitempo. (fonte: wikipedia)

Priscilla Lopes d’ El Rei, brasileira, é formada em Letras com habilitação em Português e Alemão (Língua e Literatura) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) campus de Araraquara-SP e Mestra em Letras pelo departamento de Letras Germânicas da Universidade de São Paulo (USP). Escreve agora sua tese de doutorado pelo departamento de Linguística e Literatura da Universidade de Bielefeld na Alemanha, cuja temática abrange uma análise histórica do discurso na obra da escritora propagandista nacional-socialista Maria Kahle, com o intuito de entender a construção da ideologia nacionalista no contexto das colônias/assentamentos alemães no Brasil no período entre 1913 e 1960. Atualmente é Leitora Brasileira junto a Faculdade de Letras na ELTE onde leciona Língua Portuguesa, Cultura e Literatura Brasileira.

 

„Gibt es noch Nazis in Südamerika?“ (ARD 9.6.2010)  Mehr …

 

Hinterlassen Sie einen Kommentar